Publicidade:

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Facebook mostra vídeo de mulher sendo decapitada

"As pessoas estão compartilhando este vídeo para condená-lo. Da mesma forma como programas jornalísticos na televisão usam imagens inquietantes mostrando atrocidades, as pessoas podem compartilhar vídeos inquietantes no Facebook com o objetivo de aumentar o conhecimento sobre ações ou causas. Embora o vídeo seja chocante, nossa postura está fundamentada na preservação dos direitos das pessoas de descrever, representar e comentar sobre o mundo em que vivem".  Este é o texto da nota divulgada pela equipe do Facebook para justificar a não retirada de um polêmico video que vem sendo compartilhado na rede social.  Eu mesmo recebi vários destes compartilhamentos, mas não tive coragem de acessar. Não faz parte de mim assistir voluntariamente a esse tipo de barbárie. Mesmo com a justificativa do Facebook acho errado a permanência do video nas redes sociais.  O vídeo foi postado por um usuário do Face, aparentemente mexicano, mostra uma mulher sendo decapitada por integrantes de uma gangue.
"As pessoas estão compartilhando este vídeo para condená-lo. Da mesma forma como programas jornalísticos na televisão usam imagens inquietantes mostrando atrocidades, as pessoas podem compartilhar vídeos inquietantes no Facebook com o objetivo de aumentar o conhecimento sobre ações ou causas. Embora o vídeo seja chocante, nossa postura está fundamentada na preservação dos direitos das pessoas de descrever, representar e comentar sobre o mundo em que vivem".

Este é o texto da nota divulgada pela equipe do Facebook para justificar a não retirada de um polêmico video que vem sendo compartilhado na rede social.

Eu mesmo recebi vários destes compartilhamentos, mas não tive coragem de acessar. Não faz parte de mim assistir voluntariamente a esse tipo de barbárie. Mesmo com a justificativa do Facebook acho errado a permanência do video nas redes sociais.

O vídeo foi postado por um usuário do Face, aparentemente mexicano, mostra uma mulher sendo decapitada por integrantes de uma gangue.